Jogo Sujo

Ex-deputada e secretária do DF é condenada por desviar R$ 518 mil da Câmara dos Deputados

Roseane Cavalcante Estrela

A Justiça Federal condenou a secretária da pasta da Pessoa com Deficiência do governo do Distrito Federal, Roseane Cavalcante Estrela, por crime de peculato. Os procuradores do Ministério Público Federal  constaram que R$ 518 mil foram desviados da Câmara dos Deputados de 2011 a 2013. Os devios foram cometidos quando Roseane era deputada federal pelo partido Avante, de Alagoas. Ainda cabe recurso.

Para desviarem o dinheiro, os envolvidos simulavam despesas com aluguéis de carros, por meio de notas frias emitidas pelo empresário Emerson Novais, que eram ressarcidas pela Câmara dos Deputados. O suposto aluguel de quatro carros custou R$ 12,8 mil mensais, com superfaturamento. Os pagamentos eram feitos em dinheiro diretamente ao empresário.

O juiz Vallisney de Souza Oliveira determinou que os acusados percam suas funções públicas não oriundas de concursso. O magistrado substituiu a prisão por penas alternativas de 1.460 horas de serviço gratuitos à sociedade e pelo pagamento de R$ 30 mil aos cofres públicos, além do pagamento de R$ 80 mil da parte de Roseane e Emerson, cada um. A sentença determina que os valores impostos pela sentença criminal “não impedem futura ação civil para o ressarcimento dos prejuízos causados”.

Por meio de nota, a Secretaria da Pessoa com Deficiência do Distrito Federal declarou que e “a defesa da secretária de Estado e ex-deputada federal Roseane Cavalcante de Freitas ainda não foi intimada da sentença proferida pela 10ª Vara Federal Criminal do DF e trabalha incessantemente em favor da absolvição sumária”.

Redação

Redação

Comentar