Jogo Sujo

Estranha manobra: Detran-RJ aumenta preço do gravame e reduz número de fornecedores

Detran

Medida vai na contramão das ações adotadas pelo governo Witzel para minimizar impactos sociais e econômicos do coronavírus

Das duas uma: ou o Detran-RJ é um território autônomo dentro da gestão de Wilson Witzel ou os esforços anunciados pelo governador para mitigar os efeitos do novo coronavírus no estado não passam de jogo de cena. A estatal decidiu aumentar de R$ 130 para R$ 410 o valor do registro eletrônico de contratos de financiamento de veículos, mais conhecido como gravame.

O reajuste vai na contramão das circunstâncias e de propostas já aventadas por Witzel para reduzir os custos da população durante a pandemia, entre as quais a suspensão das cobranças de água, luz e telefone. Em meio à maior crise de saúde pública da história recente do país e às portas de uma grave retração da economia, o cidadão do Rio terá de pagar três vezes mais pelo serviço.

Como se não bastasse o descolamento do reajuste com a realidade, tudo que diz respeito à decisão do Detran-RJ causa estranheza. Segundo o blog apurou, os bancos que atuam no financiamento de veículos não foram comunicados previamente. A medida foi publicada na edição desta sexta-feira, dia 20 de março, do Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro. Parece até que a estatal aproveitou o momento, em que todas as atenções se voltam ao coronavírus, para realizar o reajuste.

Autarquia restringe a apenas três empresas prestação de serviços e pode provocar cartelização
Outro ponto soa ainda mais insólito: o Detran-RJ vai restringir a prestação do serviço a apenas três empresas. Hoje, há 12 fornecedores habilitados – ou seja, um arco mais amplo de opções para os bancos responsáveis pela operação de crédito ao consumidor. Na prática, é um convite à cartelização do serviço, algo que o Ministério Público do Rio de Janeiro e o Tribunal de Contas do Estado costumam acompanhar com lupa em todas as estatais e órgãos públicos.

Além disso, segundo as regras estipuladas pelo Detran-RJ, as três primeiras empresas que apresentarem a documentação exigida serão credenciadas. Significa dizer que o Departamento de Trânsito criou uma espécie de gincana, uma corrida em que a velocidade vale mais do que a competência técnica. E, se por acaso, alguns competidores dessa prova já tiverem, propositadamente, largado na frente?

Nos corredores do Detran-RJ, a aposta é que duas empresas já estariam muito bem posicionadas nessa “disputa”: Infosolo e CBTI. Ambas trazem a reboque um currículo recheado de fatos controversos.

A Infosolo é acusada de irregularidades no Paraná. Relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCEPR) apontou que houve direcionamento de um edital do Detran-PR para a empresa. De acordo com o TCEPR, o contrato permitiu que a empresa dominasse o mercado de registros de financiamentos de veículos e gerou prejuízos para bancos e consumidores, com o encarecimento das taxas. Segundo a investigação da Corte, de outubro de 2018 a março de 2019, a Infosolo realizou 96% dos registros de financiamento no Paraná, faturando, em média, algo próximo a R$ 9 milhões.

Em novembro de 2019, o ex-diretor geral do Detran-PR Marcello Panizzi, foi preso durante uma operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público do Paraná que apura fraudes em licitação. Segundo o MP-PR, o processo de credenciamento das empresas responsáveis pelo gravame foi direcionado em benefício da Infosolo. De acordo com os procuradores, um dos indícios da fraude é o próprio valor cobrado pelo serviço. Até 2018, antes da nova licitação, a taxa era de aproximadamente R$ 150. Após o edital suspeito, os registros eletrônicos passaram a custar cerca de R$ 350.

Por sua vez, a CBTI, ao lado da própria Infosolo, esteve envolvida em suspeitas de irregularidades no Detran-MG. O Tribunal de Contas do Estado determinou a suspensão do contrato entre a estatal e as duas empresas para o registro eletrônico de financiamentos de veículos. Em 2018, CBTI e Infosolo embolsaram cerca de R$ 90 milhões com o serviço.

Redação

Redação

37 Comentários

    • Os verdadeiros ladrões não que roubam o Detran não frequentam o prédio da Presidente Vargas, frequentam o da Rua Primeiro de Março e o da Pça XV. Respeite o verdadeiro servidor público do Detran que está a 6 anos sem reposição da infração e ganhando, em sua maioria, uma ninharia.

  • Não adiante livrar a cara do governador não! Alguém acha que o Witzel não sabe da roubalheira no Detran? É sempre assim, sempre foi assim, sempre será assim

  • Agora pelo menos espero que o DETRAN fiscalize quanto que os bancos e financeiras cobram do consumidor quando vai financiar um carro, que seja pago o valor real não 1100 reais de taxa.

  • Eu li a Portaria. Na minha opinião, deveria ser PRESO quem assinou aquela ABERRACAO JURIDICA. O aumento do preço e apenas um dos pontos. E o atestado exigido? De onde o Presidente do Detran/RJ tirou este patrimônio.liquido de 5 milhoes? E o seguro garantia de 5 milhoes?

  • Parabéns ao Governador de enfrentar as ilegalidades e colocar o Detran dentro da legalidade. Mês passado paguei 1050 reais no registro Não paguei 130…porque será? Como faço para receber a diferença que me roubaram dentro da concessionária junto com o Banco Santander.?

  • No meio dos 12 fornecedores existe uma empresa credenciada PLACE, que além de não ter sede e ter apenas 1 funcionário, falsificou documentos para ser credenciada e assim lesar o povo do Rio de Janeiro em conjunto com a B3, fato que gerou matéria de investigação jornalística.

  • Como era:

    A empresa financeira cobrava do cliente as taxas de registro do contrato.
    O requerente pagava o duda ao detran.

    Como fica:

    O requerente paga a empresa de registro de contrato a taxa de registro.
    A empresa paga o duda ao Detran.

    No final o cidadão paga menos, pois hoje as instituição cobram quanto querem pelo registro do contrato, hoje tem o teto de 410 reais com o duda já incluso.

    Se precisarem de mais aulas de interpretação de texto estou aqui.

  • A verdade é uma só. As 12 empresas são laranjas da B3 que se utilizam de uma fraude tecnológica para organizar o processo e beneficiar a Montreal, A polícia federal vai apurar o porque na gestão passada os gestores deixaram a utilização de fraude e fizeram vista grossa. Inclusive o Detran-RJ já encaminhou todo processo passado para investigação. Em breve uma grande operação será feita na B3 e em
    Todas as suas laranjas 🍊
    É caso de polícia o que esta B3 vem fazendo no Registro em todo Brasil e cobrando do indivíduo carioca mais de 1.000 reais pra fazer gravame e registro. E este valor de 1000 é fatiado entre todo o grupo.
    Estes 150 reais é pra boi dormir. O certo é cobrar o preço público seguindo a determinação da justiça brasileira. Parabéns diretor do Detran pela coragem de colocar ordem na casa.👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼 e não ter medo de enfrentar o monopólio da B3.

    • Esta falando besteira! Um dia menores preços do pais, que era R$130,00 era o que o banco financiador pagava as empresas responsáveis pelos registros. Hoje esse valor é de R$410,00. Nada a ver com o que o banco que realiza o financiamento cobra doa usuários!. Aumentou sim e sabemos que esses R$410,00 irão irrigar a corrupção!!
      A Portaria anterior previa ainda que a distribuição fosse randômicos, tendo sido desenvolvido pelo detran, mas não implementado, não se sabe o motivo.

  • Esta falando besteira! Um dia menores preços do pais, que era R$130,00 era o que o banco financiador pagava as empresas responsáveis pelos registros. Hoje esse valor é de R$410,00. Nada a ver com o que o banco que realiza o financiamento cobra doa usuários!. Aumentou sim e sabemos que esses R$410,00 irão irrigar a corrupção!!
    A Portaria anterior previa ainda que a distribuição fosse randômicos, tendo sido desenvolvido pelo detran, mas não implementado, não se sabe o motivo.

  • Tão RANDÔMICO que somente uma empresa faturava 80% dos registros, e tinha empresa que o faturamento era 0%… Parabéns ao presidente do DETRAN pela coragem!

  • O Delegado da Polícia Federal Antônio Carlos esta de parabéns. Coragem pra enfrentar os lobistas e deputados é o que este atual diretor do Detran tem. Os bandidismo tomou um verdadeiro Golpe. Por ora acontecerá a lava jato no RJ pegando deputado e lobista famoso.
    A portaria anterior foi construída de forma ilegal sem respeitar o preço público e a competitividade. Agora sem o Hub controlado pela B3 a instituição financeira ficará livre para escolher em qual registradora fará o registro. Será proibido o carioca pagar 💰 mais de 1.000 Reais 💵 de gravame. E agora o Detran junto com as registradora poderem fazer auditoria no gravame da B3.
    Antes era a galinha cuidando do galinheiro. Agora é ordem na casa.

  • Tudo laranja 🍊 da B3. Parabéns Diretor do Detran pela coragem e ao nosso Governador Witzel.
    Fim do monopólio da B3 e das laranjas 🍊.
    Um tiro certeiro na cabeça da serpente.

  • O que irrigava a corrupção era o valor que a B3 repassava de forma nada republicano para as empresas que jogam o jogo delas. Na quebra do sigilo bancário destas empresas tudo ficará esclarecido. Como a B3 repassa um valor maior que a Duda para estas empresas e estas empresas alimentam a corrupção? A casa caiu e o Delegado da Federal o atual Diretor do Detran já descobriu todo o modus operandis da quadrilha e já tomou providência Aguardem ….

  • As três empresas serão a Infosolo, CBTI e Montreal. Está portaria foi construída pela Montreal e um grupo dissidente do Detran que mamam na teta da Montreal. A Montreal cansou de ser bucha da B3.

  • Lendo a reportagem fica claro que estão usando o nome da Infosolo e CBTI para criarem uma cortina de fumaça. A infosolo, CBTI e demais empresa brasileiras não Dispõe de 5 milhões em garantia.
    Entrará no RJ uma empresa de tecnologia ligada ao Governador Doria, que também será colocada em SP. A empresa se chama JIP. tec.
    Agora está explicado as reuniões com grupos chineses no Detran RJ no meses anteriores.
    A China vai dominar o Detran RJ.

  • Enfim um presidente com coragem e pulsos firmes no DETRAN do Rio, para acabar com o monopólio da Montreal. Parabéns presidente e governador Wilson Witzel !

  • Melhor tarde, do que nunca!!! Seja bem vinda LEI !!! Parabéns ao presidente Marcelo Bertolucci pela coragem e disposição de enfrentar esse monopólio que reina no DETRAN do Rio.

  • […] 5.820/2020, publicada no último dia 20 de março. Na ocasião, a empresa havia determinado o aumento de R$ 130 para R$ 410 do valor do registro eletrônico de contrato de financiamentos de ve… – conforme o blog Jogo Sujo […]

  • […] 5.820/2020, publicada no último dia 20 de março. Na ocasião, a empresa havia determinado o aumento de R$ 130 para R$ 410 do valor do registro eletrônico de contrato de financiamentos de ve… – conforme o blog Jogo Sujo […]