Jogo Sujo

Governador do RJ nomeia ex-vereador condenado como presidente da Fundação Leão XIII

Jimmy Pereira

O governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro, nomeou o ex-vereador Jimmy Pereira, que foi condenado por improbidade administrativa, para presidir a Fundação Leão XIII. A instituição promove assistência a grupos de baixa renda, em favelas e na periferia. A nomeação foi publicada no Diário Oficial de ontem (24/8).

Jimmy Pereira foi condenado por não prestar contas dos gastos eleitorais do partido no Rio em 2018, assim como o tesoureiro do partido, Magno Agripino de Oliveira da Silva. Ele foi presidente do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) entre 2008 e 2011. O Ministério Público Federal pediu a suspensão dos direitos políticos de ambos por cinco anos.

O procurador Antonio do Passo Cabral alegou, à época, que a prestação de contas deve demonstrar as fontes de financiamento e a aplicação de recursos utilizada, por se tratar de recurso público.

“(Os réus) feriram os imperativos de transparência e publicidade que permeiam todo o processo democrático”, escreveu o procurador Antonio do Passo Cabral.

A Fundação Leão XIII é investigada pelo Ministério Público por fraudes em licitações que causaram prejuízo de R$ 66 milhões. Em delação premiada, um empresário afirmou que o próprio governador Claudio Castro recebeu R$ 100 mil em propina da Servlog, empresa contratada pela Fundação.

A entidade comunicou em nota que a condenação de Jimmy é resultado de dificuldades no registro do partido.

“Sentença esta que já expirou e que não impede a nomeação de Jimmy Sandro Pereira de Souza em qualquer cargo público.”

Redação

Redação

Comentar