Jogo Sujo

Máfia das Ambulâncias em Alagoas: empresário faz delação premiada e tem pena reduzida

Máfia das Ambulâncias

Luiz Antonio Trevisan Vedoin obteve o benefício após revelar detalhes sobre o superfaturamento na compra de veículos

O empresário Luiz Antonio Trevisan Vedoin teve sua pena reduzida em dois terços depois de ter revelado um esquema de fraude por meio de licitação, no município de Mar Vermelho, no estado de Alagoas, por meio de colaboração premiada. A delação foi feita no âmbito da Operação Sanguessuga, deflagrada em 2006, após investigação de fraude para desviar recursos do Ministério da Saúde através de superfaturamento no esquema conhecido como Máfia das Ambulâncias e que causou um prejuízo de R$ 110 milhões aos cofres públicos. A decisão que beneficiou o empresário é do juiz André Luís Maia Tobias Granja, da 1ª Vara Federal de Alagoas.

“As informações e documentos trazidos por ele foram úteis para a investigação de modo geral, pois contribuiu para o conhecimento de como o esquema era operacionalizado. A partir dela se pôde chegar a vários municípios e pessoas, incluindo parlamentares, que tinham participação na organização criminosa”, diz trecho da decisão do magistrado.

De acordo com investigações da Polícia Federal, a empresa Planam, com sede em Mato Grosso, superfaturava o preço das ambulâncias em até 110%. Além disso, a empresa entregava muitas vezes veículos com defeitos ou sem equipamentos.

Redação

Redação

5 Comentários