Jogo Sujo

Grupo que burlava licitações no Tocantins é alvo de operação da Polícia Federal

PF TOcantins

Prejuízo aos cofres públicos pode chegar a R$ 6 milhões

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (15/4) a Operação Goyazes, com o objetivo de desarticular um grupo criminoso suspeito de fraudar licitações e desviar recursos de contratos públicos em municípios do sul do Tocantins. Agentes cumpriram três mandados judiciais de busca e apreensão na cidade de Aliança do Tocantins, expedidos pela Subseção da Justiça Federal de Gurupi.

Os investigados são suspeitos de direcionar, por meio de procedimentos licitatórios fraudados, diversos contratos públicos às empresas do grupo. O prejuízo aos cofres públicos pode chegar a R$ 6 milhões.

O nome da operação faz referência a nação dos Goyazes, que teria sido ludibriada pelo bandeirante Anhanguera.

Operação contou com logística específica para evitar contaminação pelo coronavírus
A PF informou que está consciente do cenário de emergência de saúde de âmbito internacional, por conta da pandemia do covid-19, mas, como sempre, cumpre o seu dever. Uma logística especial foi planejada minuciosamente, com recrutamento de policiais com perfil específico, orientações de prevenção ao contágio e distribuição de EPIs para todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares.

Redação

Redação

1 Comentário