Jogo Sujo

Racha entre Witzel e Alerj chacoalha o Detran-RJ

Diretores indicados pela Assembleia Legislativa ensaiam retirada da estatal

As relações entre o governador Wilson Witzel e a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) acumulam seguidas fraturas expostas. Em uma semana, a Alerj barrou um decreto do Palácio Guanabara que previa a concessão de incentivos fiscais para a construção de uma hidrelétrica e protocolou um pedido de impeachment de Witzel. Não vai parar por aí. Mais um osso está prestes a quebrar. Os diretores do Detran-RJ nomeados pela Alerj vão sair da estatal nos próximos dias. O diretor de Identificação Civil (DIC), Pedro Thompson de Vasconcellos, já pediu exoneração do cargo.

Segundo o Blog Jogo Sujo apurou, o presidente do Detran-RJ, Antonio Carlos Santos, foi até à DIC para conversar com os funcionários, aos quais informou que acumulará o cargo com a diretoria de Identificação Civil até a escolha do substituto de Pedro Vasconcellos. Da cota do Legislativo, Vasconcellos tem um currículo pautado por controvérsias. Ele é sócio de uma empresa de tecnologia que mantém contratos com o setor público. Segundo reportagem do jornal O Globo veiculada em agosto de 2018, desde que começou a atuar na esfera pública, em 2009, a PTV embolsou R$ 15,3 milhões do governo. Na ocasião, Vasconcellos reconheceu ao jornal que a empresa existe apenas de forma virtual e não tem funcionários.

Uma incógnita diz respeito a Gabriel Pinton, diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação. Trata-se de um dos executivos com maior influência e capacidade de circulação nos corredores do Detran-RJ. Seu poder vai além do próprio departamento e se espraia por outras áreas. Pinton teria chegado à estatal por indicação do deputado estadual Gustavo Tutuca (MDB).  Tutuca foi acusado pela Procuradoria Regional Eleitoral por uso eleitoreiro da Fundação Leão XIII. O órgão pediu ao TRE que aplicasse uma multa de R$ 300 mil ao parlamentar.

Wilson Witzel assumiu o governo prometendo higienizar o Detran-RJ. Mas o prédio da Avenida Presidente Vargas segue infectado por velhas práticas. Em pouco mais de 13 meses de governo Witzel, a estatal já está em seu terceiro presidente. Egresso da Polícia Federal – assim como seu antecessor, Marcelo Bertolucci –, Antonio Carlos dos Santos assumiu em janeiro e já enfrenta sua primeira crise. A crise entre o Palácio Guanabara e a Alerj reabre o leilão de barganhas pela ocupação das diretorias do Detran-RJ.

Redação

Redação

32 Comentários

  • Na DRV, a crise é grande.
    São muitos terceirizados e extra quadros.
    Terceirizados nos Postos de Vistoria vistoriando, emplacando e emitindo documento, ou seja, realizando ato administrativo de servidor concursado.
    Durante muitos anos criou uma situação de se tornar refém de indicação política.
    Hoje, o servidor Detran lotado em Posto de vistoria é proibido de emitir o documento do veículo vistoriado.

  • Volta velha política. Volta os chefes comissionados. Tá na hora dos servidores se porem nos seus devidos lugares. Os bons vão para os postos licenciarem e as tralhas voltam para a sede.

  • Esse blog é de alguém do Detran, pq noticia detalhada com informações internas só sobre o Detran, ai metem umas noticias de outros Estados p disfarçar risos risos

  • Os servidores cargos comissionados extra estão querendo voltar para serem nomeados no cargo Chefe de Unidade( Chefe de Posto). Só que está proibido nomear extraquadro para Posto de Vistoria. Está na Lei do Detran. Artigo 50.

  • Todo material jornalístico no mundo, por mais podres ou por mais alto escalão que envolvam são assinados pelo jornalista. Preserva-se o sigilo da fonte, não do jornalista. Então conclui-se que o blogueiro em tela é a própria fonte, não é um jornalista. Poderá responder por isto.

    • Não trouxe novidade alguma. É um fato notório. A gestão anterior tirou os servidores que estavam na diretoria e colocou as indicações políticas. Agora estão trocando seis por meia dúzia.

  • Enquanto o povo achar que só é expectador, nada em órgão público irá mudar, nada nessa bosta de país irá mudar, o Detran é a galinha de ovos de ouro, ninguém vai abrir mão disso sem brigar, o Detran tendo terrenos paga aluguel caríssimo, principalmente no edifício sede locado pela bagatela de mais de 1 milhão, um prédio velho e sucateado, enquanto não tem matéria para trabalhar, não tem água para servidores e público, banheiros imundos, contrato de viaturas das operações vencidos, não tem um local para arquivamento decente de processos encerrados que deveriam estar sendo digitalizados, postos caindo aos pedaços sucateados, burocracia ao extremo, hoje para se cumprir a porcaria de um processo de cassação o usuário precisa abrir processo administrativo, um absurdo, pois é algo super desgastante, os processos na corregedoria buscam sempre penalizar o servidor, para eles todas os diretores sempre estão certos, muitos servidores não deviam nem ter saído do jardim de infância, tamanha infantilidade que possuem, salário defasado desde 2014, gratificações defesa das desde 2006, querem sempre que o servidor se vire, mas para tercerizado sempre atrasa os pagamentos, mesmo com alta arrecadação, muitos tercerizados fazedor serviço que deveria estar sendo feito por servidor por ser atividade fim, tercerizados injustificados em funções que poderiam/deveriam estar sendo feito por servidor, mas como o cara do Detran é ser cabide de emprego de mula de político isso não vai mudar nem tão cedo, pois como disse o Detran é a galinha de ovos de ouro, e a Alerj não vai deixar esse órgão em paz e nem o governo, pois desvia o dinheiro do Detran para fazer outras coisas, que deveriam estar sendo custeadas por outro caixa, e os cargos de comissionados, esses, a Alerj quer por causa da mesada que os apoiados devolvem para seus políticos e as vagas dos tercerizados como falei também de interesse da Alerj priorizam os apoiadores cabos eleitorais.

  • Servidores bunda mole que veem há anos a zona que fazem órgão e não se organizam pra mudar essa realidade podre e nojenta.
    Os anos vão passando e só vão tomando na tarraqueta sem reajuste salarial, progressão, e mais uma meia dúzia de direitos que nunca sai e só sabem reclamar.

  • Curioso esse Detran. Os Concursados acham que só eles prestam, os Funcionários Antigos se dizem desrespeitados pelos Concursados e alguns Comissionados são competentes, enquanto outros só ocupam espaço, mas ambos são o alvo preferido dos Antigos e Concursados.
    Enquanto houver essa briga interna, em que o desrespeito e arrogância falam mais alto, o Detran continuará sendo a “Geni” da Administração Publica.
    Mas salta aos olhos a burrice de algumas postagens, pois colocam sob a responsabilidade de funcionários situações que a Legislação ou o Regimento Interno não permite.

  • Quero de volta os emplacadores, quero de volta o papel higiênico,água para beber, quero de volta sabão no banheiro, quero de volta o antigo horário. Chega de exploração!!!

      • Outra coisa: por onde anda esse sindicato do Detran, que se cala diante desse escândalo? Não há nada no site deles falando sobre isso. Cadê as denúncias? Estão com medo de sofrer ameaças? Talvez. Realmente esses caras são perigosos, são bandidos mesmo. Mas se o sindicato não brigar pelo servidor, quem vai brigar por nós?

  • Isso aí! Tirem todos os terceirizados mesmo! Bota o funcionário pra fazer tudo! Atender usuário estressado no posto de habilitação, atender filas de usuários enormes no posto de identificação civil, fazer vistoria, gases e emplacar no posto de vistoria , além de fazdr todo tipo de documento. SEM JETON PQ TA NA ATRIBUIÇÃO DA LEI DE 2006 !
    Não aguentam 1 dia de postos cheios.
    Façam tudo na sede também, aprendam a mexer no sistema que muitos tem preguiça ou incapacidade mesmo de aprender . Não sabem nem consultar um upo.

  • No posto de vistoria que eu trabalho já tem ratos políticos rodeando por lá de maneira discreta pra ver como funciona tudo. Tá na hora de todo mundo mandar uma cartinha anônima pra aquela juíza loirinha da Lava Jato lá de Curitiba e também pro juiz Marcelo Bretas, jogando tudo no ventilador. Os 4 últimos governadores do RJ foram ou estão presos. Pelo visto vamos ter o quinto.

  • Postos de vistoria. A Nova estratégia!

    Tem terceirizado, especialmente que namoram servidores, que para adiantarem seus consortes, fazem uma carta de próprio punho como se fossem o chefe de um posto solicitando a própria exoneração.

    Estratégia feita, estratégia ganha. Nessa, tombaram um chefe de posto.

    Saindo no diario oficial a seguinte publicação. O secretario da casa civil exonera, a pedido, pessoa tal.

    Surpresinha da manhã no diario oficial.

    O chefe olha e diz:
    Eu não pedi para ser exonerado.

    A galera vai atrás do processo no SEI e advinhem? São tão burros que deixaram o processo com o pedido publico e com o despacho do secretário da casa civil.

    Diante do quadro e do ruido, no dia seguinte, sai outra publicação retificando que a exoneração é sem pedido. Só que desta vez, com outro numero de processo.

    A galera do mal vai atrás do processo que os burros também deixaram publico e advinhem??? estava lá o mesmo despacho do secretário da casa civil com o exonera a pedido.

    Dizem as más linguas que a namorada ou peguete terceirizada é filha de uma politica ai.

    Não é verdade Rafael Catuladeira?

    Abraços ao Pedro Ernesto novo chefe advindo do DETRO.

    Ladrão pior que você Catuladeira não tem. Você representa o que temos de pior no licenciamento.