Jogo Sujo

Justiça bloqueia R$ 5 milhões de envolvidos em esquema entre gráficas e deputados da Assembleia de MT

Assembleia Legislativa Mato Grosso

A Vara Especializada em Ação Civil Pública e Popular da Justiça do Mato Grosso autorizou o bloqueio de patrimônio no valor de R$ 5,155 milhões do ex-deputado estadual e atualmente conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Sérgio Ricardo, e do ex-deputado estadual Mauro Savi (DEM). O bloqueio é decorrente de uma denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), a partir da delação premiada do ex-deputado estadual José Riva, homologada pelo Tribunal de Justiça.

Para o MPE, a contratação de empresas de gráfica pela Assembleia Legislativa do Mato Grosso, por meio de licitação, serviu meramente para acobertar um esquema de desvio de dinheiro público que teria a finalidade de pagar propina mensal de até R$ 50 mil a cada um dos deputados estaduais, além de outras vantagens financeiras.

Pelo esquema, as empresas devolviam até 80% do valor recebido à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. A decisão se estende ao patrimônio do servidor público lotado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Luiz Márcio Pommot, e dos empresários do setor de gráficas, Jorge Luiz Martins Defanti e Hélio Resende Pereira.

Em sua colaboração premiada, Riva anexou atestados de recebimento de material gráfico e correlatos assinados por vários deputados estaduais. O delator explicou que se tratam de documentos falsos fabricados para comprovar a entrega de materiais.

 

 

Redação

Redação

Comentar