Jogo Sujo

Preso empresário em Belém suspeito de envolvimento em compra superfaturada de respiradores no RJ

respiradores

Operação investiga compra emergencial de equipamentos para pacientes de Covid-19 pela Secretaria estadual de Saúde do RJ

Um empresário foi preso em Belém pela Polícia Federal do Pará, em cumprimento a mandado da Justiça Estadual do Rio de Janeiro, que investiga suspeitos de obter vantagens na compra emergencial de respiradores para pacientes de Covid-19 no estado.

Conforme o blog noticiou ontem, quatro suspeitos também foram o presos, entre eles o ex-subsecretário estadual de Saúde do RJ, Gabriell Neves.

A Polícia Federal do Pará informou que o preso já foi encaminhado ao sistema prisional.

A Justiça atendeu a um pedido do Ministério Público e autorizou o governo do Rio de Janeiro a utilizar respiradores apreendidos na Operação Mercadores do Caos.

Durante a operação, foram encontrados 25 respiradores e ventiladores mecânicos na sede de uma das empresas com mandado de busca expedido, a Arc Fontoura. Após a autorização judicial, os equipamentos foram entregues à Secretaria Estadual de Saúde, segundo o MP.

Na sua decisão, o juiz Bruno Ruliére, da Vara Criminal Especializada da Capital, diz que Gabriell e Gustavo atuaram, de acordo com as investigações, nos processos administrativos suspeitos.

Cinthya Silva Neumann, uma das pessoas presas, é sócia da empresa Arc Fontoura Indústria e Comércio e Representações Ltda, que venceu o primeiro processo administrativo de contratação, com R$ 169,8 mil por respirador, somando valor correspondente a R$ 67.920.000,00.

Redação

Redação

1 Comentário