Jogo Sujo

Ricardo Teixeira é banido para sempre do futebol por corrupção

Ricardo Teixeira

Fifa anunciou o banimento perpétuo do cartola brasileiro do futebol nacional e internacional por considerá-lo culpado em esquemas de suborno ligados a direitos de imagem da CBF, Conmebol e Concacaf

A Fifa anunciou nesta sexta-feira, 29 de novembro, o banimento perpétuo do ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) Ricardo Teixeira do futebol. A decisão foi tomada pela câmara de julgamento do Comitê de Ética independente da entidade, que alegou violações de Ricardo Teixeira ao código de ética.

A investigação considerou Ricardo culpado em esquemas de suborno, conduzidos durante o período 2006-2012, na concessão de contratos a empresas pelos direitos de mídia e marketing da CBF, Conmebol e Concacaf. A pena proíbe o ex-mandatário de assumir qualquer cargo, ou exercer atividades no futebol nacional e internacional para sempre. Ele também foi multado em 1 milhão de franco suíços (R$ 4,2 milhões).

Além de ex-comandante da CBF, cargo que ocupou entre 1989 e 2012, com cinco mandatos seguidos, Ricardo Teixeira também atuou como executivo da própria Fifa e da Conmebol (federação sul americana de futebol). O dirigente, de 72 anos, foi investigado e acusado de receber e distribuir propina em contratos com empresas de mídia.

 

Redação

Redação

2 Comentários