Jogo Sujo

Secretário de Administração de Cocal (PI) é afastado após operação contra empresa especializada em concursos públicos

Operação Dom Casmurro

Para os promotores, edital municipal era direcionado para favorecer empresa investigada

A Delegacia de Combate à Corrupção (Deccor) deflagrou, nesta quinta-feira (7/11), a Operação Dom Casmurro, com o objetivo de cumprir 12 mandados de busca e apreensão expedidos contra duas empresas da capital do Piauí dedicadas a concursos públicos. Na mesma operação, foram afastados cautelarmente dos cargos o Secretário de Administração de Cocal (a 268 km Teresina) e pessoas que atuaram como membros da Comissão Permanente de Licitação do referido município no ano de 2018.

A operação foi deflagrada a partir de investigações da Deccor e de informações do MP de Cocal, quando foram constatados que as duas empresas alvos da operação sempre ganhavam licitações para elaborar os concursos. A denominação da operação guarda relação com o nome de fantasia de uma dessas empresas investigadas. Para os investigadores, os editais eram direcionados.

“O objeto de ação desta investigação não diz respeito ao concurso. Houve uma fraude de contratação da empresa e temos que saber o porquê isso aconteceu”, afirmou o promotor Tulio Mendes.

Participam ainda da operação o MP de Cocal, Gaeco, Policia Civil, Polinter, Greco, Depre, Delegacia de Crimes Cibernéticos,  Gerência de Polícia Especializada (GPE) e Tribunal de Contas do Estado.

Redação

Redação

Comentar